Os Desafios de Sensitivos ou Empatas – Como a Meditação Pode Ajudar

10339715_739439356173679_2699507433789598363_n

Sensitivos (ou empatas) são pessoas que, desde a infância, percebem intensamente e são bastante afetados pela energia e o humor do ambiente e das pessoas que as cercam.

Apesar de todo ser humano ser sensível, os empatas são “esponjas emocionais”. Parecem não ter o filtro que outras pessoas têm para bloquear estímulos excessivos. Nem sempre desenvolvem a aptidão para lidar com tais emoções e sentimentos. Tendem a ficar confusos e não distinguir entre sentimentos e sensações próprios e dos outros ou do ambiente. Para se protegerem, podem se tornar distantes ou frios e rígidos, ou se envolverem em comportamentos de adição que desligam e entorpecerem os sentidos, emoções e pensamentos. Ou ainda podem se tornar ansiosos.

As práticas meditativas oferecem ao sensitivo um caminho de maior contato com a realidade imediata e o momento presente, permitindo a ele acessar um espaço de serenidade, discernimento e maior autonomia, liberdade de escolha e governabilidade do mundo interior. Permitem ainda uma limpeza dos excessos emocionais clareza para distinguir entre o que é próprio e o que é do outro ou do ambiente. É um caminho para o autoconhecimento e saúde mental e emocional.

Para o sensitivo que tem tanto acesso a informações e sentimentos dos outros, a ética, o respeito, o discernimento e uso compassivo e correto do mundo do outro é prioridade. Também nesse aspecto mais consciência e contato com a própria humanidade é fundamental.

Cada um de nós, à sua maneira, tem a capacidade nata à empatia, à sensibilidade e à colaboração. Com o estilo de vida frenético da nossa sociedade, o excesso de estímulos, cobranças e medos devemos e podemos criar recursos para mais serenidade, autoconhecimento e reconhecimento das nossas emoções e limites, a fim de fazer melhores escolhas e adotar hábitos de autocuidado e conexão ainda mais saudável, amorosa e compassiva com os outros e o mundo que nos cerca.

Podemos preservar nossa sensibilidade sem que ela nos sobrecarregue ou esmague, mas nos faça florescer.

 

Ana Paula Figueira de Mello –  Terapeuta.

3 respostas em “Os Desafios de Sensitivos ou Empatas – Como a Meditação Pode Ajudar

  1. Pingback: Os Desafios de Sensitivos ou Empatas – Como a Meditação Pode Ajudar — O Mundo de Gaya | Pelotas Occulta

  2. Pingback: Os Desafios De Sensitivos Ou Empatas | Spaltron.net

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s