Sobre O Mundo de Gaya

O Mundo de Gaya surgiu da ideia de criar um espaço com mensagens de alegria, reflexões e pensamentos positivos que levassem todos à pensar e refletir sobre o mundo em que vivemos. Longe de profetizar dogmas, crenças ou religiões, nosso Mundo tem uma visão Universalista e pretende apenas levar Luz para todos aqueles que a busquem. Através deste canal pretendemos uma maior interação com todos aqueles que partilham deste pensamento. Utilizando várias ferramentas de comunicação pretendemos estar cada dia mais perto de nossos seguidores. Nosso Mundo conta com colaboradores dos mais diversos segmentos, assim, visamos auxiliar à todos aqueles que buscam uma forma de vida mais saudável, ou como dizemos: “Um Novo Olhar Para Uma Nova Vida.” Sejam todos bem-vindos ao nosso Mundo, aqui você só irá encontrar a mais plena forma de Amor. #PAZeLUZ

O EXPURGO DAS BAIXAS VIBRAÇÕES

chacra 9

Na medida que as vibrações se elevam da 3D para 5D e acima, uma verdadeira revolução energética acontece sem que os nossos olhos físicos possam ver. Tanto à nível individual como coletivo; tanto no reino hominal quanto nos demais. Seja animal, vegetal ou mineral, tudo se ajusta de acordo com as energias da Nova Terra.

No nível individual, duas grandes mudanças ocorrem simultaneamente: a primeira e mais importante, se dá ao nível de consciência. A segunda, é em relação aos corpos físicos humanos.

Ao nível de consciência, temos todas as facilidades para provocar o despertar e erguimento do véu. Este processo alarga cada vez mais a nossa visão e entendimento de quem somos, de onde viemos, porquê estamos aqui e para onde devemos ir. A elevação da consciência é o primeiro passo para entender todos os demais movimentos e também para tornar mais suave tais ajustes energéticos.

A consciência desperta compreende melhor as mudanças que ocorrem também em nossos corpos formados na velha energia 3D, ou seja, base carbono, e que aos poucos vai se transformando em corpos base silício (cristalino).

Passar por esta metamorfose pode ser leve e suave ou pesada e dolorida, depende da compreensão e da maneira como se resiste às mudanças. A maioria das dores sentidas nessa transformação é provocada pela resistência que cada um tem em mudar. Quanto mais se resiste, mais o nó aperta!

À nível individual, a resistência em mudar tais vibrações provoca dores e sintomas diversos, pois cada indivíduo tem a sua energia própria e os seus pontos mais vulneráveis. Quando a resistência se prolonga demasiadamente, tais sintomas podem se transformar em doenças. A doença afrouxa os nós que prendem o ser humano às velhas energias 3D e desta forma, libera mais rapidamente, pois é como se ele dissesse: “sim, eu aceito a mudança”.

E, finalmente, também chega-se ao momento de “ruptura”, nos casos em que nenhuma das situações anteriores são aceitas. Neste caso extremo, não há outra alternativa. As energias se tornam cada vez mais incompatíveis com a Nova Terra e, sem a ressonância necessária, o Espírito desencarna e vai corporificar em outro Orbe compatível com a sua vibração.

Lembrando sempre que nem todos os que estão deixando a matéria agora serão exilados. Muitos cumpriram com a sua missão de alma e deixam agora os seus velhos corpos físicos para retornarem logo adiante em corpos de Cristal, compatíveis com as energias de 5D e acima.

Á nível coletivo, muda um pouco o processo, pois muitas vezes, a dor de um afeta também as dores dos demais. Geralmente, entre grupos familiares, ocorre uma situação onde um membro da família passa por uma provação muito grande, colocando todo o grupo na dor comum. Isso apressa um pouco o nivelamento energético não somente deles, mas também de todo o Planeta. É bom que se observe, nestes casos, se a situação persistir por muito tempo, há certamente um ou outro que está resistindo às mudanças internas. Mesmo assim, a maioria consegue passar pelo processo de expansão de consciência de uma forma, diríamos, rápida, considerando os demais Espíritos encarnados.

Os demais Reinos, animal, vegetal e mineral, também estão fazendo a sua troca de energias para níveis mais elevados condizentes com a Nova Terra. Para um bom observador não é difícil notar como os animais estão diferentes. Há uma mudança visível também nos vegetais, principalmente quanto ao seu desenvolvimento, à floração, frutificação e até com a sua saúde fitossanitária.

A Terra também é um ser vivo, que respira, pulsa e se transforma. Ela também tem consciência. E esta consciência agora se eleva à Dimensões superiores. É tanta mudança que, já está chegando informações dos Amparadores Angélicos, dizendo que a intensidade de Luz fotônica será tanta, que transformará o nosso Planeta numa Super Nova, ou seja, uma Estrela em formação. Talvez nos dando o entendimento de como tudo se transforma neste Universo: as Luas se transformando em Planetas; Planetas em Estrelas e Estrelas em Sóis.

Toda a velha energia 3D que foi criada aqui na Terra precisa ser expurgada. Então para onde ela vai? Naturalmente, não se pode pegar essa energia ruim e colocar em algum lugar. Lembremos que tudo aquilo que se cria, tem um dono. E não é diferente com a Terra. Certo que as energias negativas foram os humanos que criaram. Por isso, os humanos sempre arcaram com as consequências em suas liberações.

Os movimentos telúricos, ou seja, terremotos, tsunamis, furacões, enchentes, granizo, secas intensas, incêndios, o próprio movimento das marés e dos ventos relativamente calmos, é que fazem a limpeza dessas energias densas. Funcionam como uma assepsia num ferimento. Dói mas depois vem a melhora.

Na medida que a Terra se afirma nas energias de Quinta Dimensão, a humanidade também vai sendo beneficiada. Além da cura e do bem estar coletivo, pois nessa Dimensão 5D não haverá dor e nem sofrimento, a Terra não precisará mais expurgar e nem curar suas feridas, pois elas já não existirão mais. Assim, não haverá mais catástrofes naturais. Até o clima será ameno, sem os extremos de calor e frio. Isso também explica o derretimento do gelo nas calotas polares, foto incontestável nos dias de hoje.

Todo o processo de mudança climática, mesmo aquilo que alguns afirmam que são provocados pelo homem, na verdade é um processo natural de ajuste da própria Terra. Claro que de forma individual, todo o homem que agredir o meio em que vive, ou desrespeitar as regras do bom convívio com a mãe natureza, obviamente não terá a energia compatível para herdar a Nova Terra. Não haverá nova encarnação aqui para tais Espíritos. É uma questão de incompatibilidade na ressonância energética. O expurgo é espontâneo e natural. E tudo é assim, quer queiramos ou não!
Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento.
Namastê!

A ENERGIA TRANSFORMADORA DOS CHAKRAS

chackras

O que são os chakras e para que servem.

O Sistema de Chakras tem origem nas antigas tradições da Índia.

Antigos textos da literatura iogue da Índia discorrem sobre a existência de centros de energia no interior do nosso corpo sutil. As informações contidas nesse legado histórico nomeia esses centros de energia como “chakras” – palavra que em sânscrito significa “círculo”, representando os chakras como vórtices rodopiantes de energias sutis.

Os primeiros registros escritos foram encontrados em antigas escrituras hindus, cujas datas são estimadas por volta de 600 a.C. É muito provável que esse conhecimento tenha sido transmitido oralmente, passando de geração em geração, muito tempo antes de ser registrado, embora não haja informações precisas nem uma estimativa do início dessa possível ocorrência.

Com o desenvolvimento de tecnologias de energia sutil, capazes de detectar a presença e mensurar as funções dos campos energéticos, os cientistas ocidentais começaram a validar a existência dessas estruturas, buscando compreender seus mecanismos de ação. Anteriormente, os chakras e os meridianos eram tidos como fruto da ingenuidade de pensadores orientais primitivos e ingênuos.

A energia superior é usada para benefício do corpo humano.

Os chakras são estruturas do corpo sutil envolvidas na captação e na transmutação das energias superiores, de forma que possa ser aproveitada pelo corpo humano.

Observados pelo ponto de vista fisiológico, os chakras parecem estar envolvidos com o fluxo dessas energias superiores para as estruturas celulares do corpo físico através de canais específicos de energia sutil.

Para proporcionar o aproveitamento dessa energia, os centros de energia  atuam como se fossem transformadores de energia. Desta maneira, reduzem a forma e a frequência da energia captada para adequá-las ao nível de energia imediatamente inferior. Em seguida, ela é traduzida em alterações hormonais, fisiológicas e, finalmente, celulares por todo o corpo.

Os sete chakras principais.

Existe um consenso que define sete grandes chakras principais associados ao corpo físico.

Do ponto de vista anatômico, cada grande chakra está associado a um grande plexo nervoso e a uma glândula endócrina. Os grandes chakras estão situados numa linha vertical que sobe da base da espinha até a cabeça.

O mais baixo, chamado de chakra raiz, fica perto do cóccix.

O segundo chakra, chamado de chakra sacral ou esplênico, situa-se ou logo abaixo do umbigo ou próximo ao baço. Estes dois chakras são considerados distintos em algumas escolas de pensamento esotérico.

O terceiro chakra, o chakra do plexo solar, fica situado na metade superior do abdômen, abaixo da ponta do esterno.

O quarto, conhecido como chakra do coração, pode ser encontrado na parte média do esterno, diretamente sobre o coração ou o timo.

O quinto chakra, que é o chakra da garganta, está localizado no pescoço, próximo ao pomo de Adão, ficando diretamente sobre a tireoide e a laringe.

O sexto chakra, o chakra da testa, situa-se na parte média da fronte, ligeiramente acima do cavalete do nariz.

O sétimo chakra, o chakra  está localizado no alto da cabeça.

O sistema de energia possui diversos chakras secundários.

Existe menção, em alguns textos esotéricos, quanto à existência de doze grandes chakras. Além dos sete acima mencionados, existem dois na palma das mãos, dois na sola dos pés, e um associado à medula espinhal e ao mesencéfalo.

Além dos grandes chakras principais, existem também numerosos chakras secundários associados às principais articulações do corpo, tais como os joelhos, os tornozelos, os cotovelos, etc. Estima-se que, entre todos os chakras principais e os secundários, pode haver cerca de 360 chakras atuando no corpo humano.

Cada um dos sete grandes chakras, além de suas funções no equilíbrio do organismo físico, está também associado a um certo tipo de capacidade de percepção psíquica, conferindo-lhes a função de ser uma espécie de órgão sutil de percepção.

Por: José Batista de Carvalho

O QUE SIGNIFICA A PIRÂMIDE

piramide2
Enoch diz que cada nível de evolução possui uma Pirâmide de Luz, através da qual a Criação humana deve passar para a Criação maior.
A Pirâmide mostra que a Mente Universal é onipresente em cada vibração do fluxo consciencial. Para onde quer que você olhe, você descobrirá que o fluxo consciencial conduz à esta constante Universal.
Se observar cristais de sangue sob um microscópio eletrônico, você encontra a forma do campo piramidal nas formas cristalinas do sangue. Um exame das unidades piramidais nos átomos de hidrogênio também revelará a geometria da Estrela de David como uma forma vivificadora.
Cada uma das incorporações de “Luz divina” representa a Pirâmide cosmológica do Eu Superior divino entrando em união com a bio-Pirâmide humana no Universo físico.
Quando as duas Pirâmides de Luz se unem para formar uma Estrela de David, nasce um novo Universo estelar de inteligência. (Corpo Merkabah) . Consequentemente, o EU SOU do Universo Superior conecta-se ao EU SOU do Universo inferior através dos Senhores de Luz que conduzem esta unificação para uma harmonia de Luz conhecida como a Casa de David.
As forças conscienciais da Grande Pirâmide (de Gizé) estão alinhadas com pontos estelares específicos (Órion e Pleiades) que trabalham com áreas de distorção temporal planetária. . Estas áreas do campo magnético da Terra, encontram-se em certos pontos de energia ou vórtices. . Estes são os controles limiares centrais, a região da “programação positiva” usada pelos Senhores de Luz Elohim para conectar as muitas Galáxias ao nosso Universo-Pai.
Dentro de nosso quadrante galáctico, estes controles limiares são necessários na coordenação da navegação celestial entre Universos. Nós devemos também entender as Plêiades como um dos centros Chaves para a propagação da Luz.
As Plêiades são uma medida para todos os principais cronômetros – todos os templos astrofísicos. Estes cronômetros na Terra estão localizados em malhas magnéticas e focados na Grande Pirâmide. 
A Terra é controlada por grandes eixos de energia geomagnética e que cada eixo de energia tem, doze eixos, todos interconectados a certas partes do campo estelar do planeta. Linhas de força invisíveis estabelecem um padrão sistemático para a formação de partículas de matéria e antimatéria na programação e controle de inteligência individual. 
Assim os astrônomos devem entender por que os antepassados consideraram a Pirâmide como o acesso para as Estrelas e a forma pela qual as inteligências estelares vêm servir à Criação humana. 
O Homem entenderá como as geometrias da Pirâmide unem espaço, tempo e matéria para formar o foco ideal de transmissão da energia estelar. A Irmandade da Luz estabeleceu Pirâmides em certos planetas deste Sistema solar em relação a Saturno (base dos controladores). 
“O Homem deve considerar-se como parte de um campo de inteligência ionizado mais extenso, operando como parte destas inter-relações. Contudo, como ele é mais do que um hospedeiro da unidade linear da centropia, sendo uma potencialidade energética na conversão da centropia a zero, alcançando um ponto de energia pura, ele pode quebrar o elemento matéria-energia através de certas formas de expansão mental.” 
Esta projeção de Luz mental é conhecida como a ‘Iluminação do Corpo de Luz.
Resumo baseado nas AS CHAVES DE ENOCH – JJ HURTAK
Por: Vilma Capuano

O caminho do Louco: O processo de Individuação e os 22 arcanos maiores do Tarot

coringa

O Tarot é muito mais do que um jogo. Os 22 Arcanos maiores do Tarot nos contam uma história simbólica sobre o nosso próprio inconsciente, nosso próprio Processo de Individuação, isto é, nosso processo de evolução interior. Compreender os arquétipos presentes em cada carta é compreender várias partes de si mesmo e de sua jornada!

Um dos conceitos base da psicologia analítica é o conceito de arquétipo. arquétipo é um registro simbólico que existe em nosso inconsciente, sobre imagens e símbolos universais na historia da humanidade. Um exemplo: Mãe. Quando falamos a palavra “mãe” já vem milhões de idéias e informações na nossa mente, pois o nosso inconsciente tem uma ideia do que é “mãe”. A mãe é um arquétipo. Não importa se a nossa mãe não foi perfeita, nós com certeza temos um ideal, uma ideia na nossa mente do que é uma mãe perfeita. Da mesma forma existe o arquétipo do herói, do sábio, do rei, da rainha, da mulher bruxa, da mulher princesa, e de tantos outros infinitos ideais.

Jung percebeu que acessar esses arquétipos, através de contos de fada, de filmes, de imagens ou na clínica, ajudava muito o processo de autoconhecimento de uma pessoa, porque através do acesso a essa idéia, a pessoa sai do discurso racional diretamente para o inconsciente. Peça para uma pessoa que você mal conhece falar dela mesma, provavelmente ela vai ficar desconfiada, sem graça, se sentindo exposta. Agora peça para essa mesma pessoa que você mal conhece falar de um personagem de um filme ou de um conto de fada que ela mais gosta. Normalmente a pessoa fala sem problemas, e até se empolga contando detalhes daquele personagem, e assim ela está na verdade falando dela mesma.

Quando nos identificamos com uma historia ou personagem nos identificamos porque existe naquela historia elementos nossos, da nossa personalidade, da nossa vida, que muitas vezes estão inconscientes e aquela historia ou personagem em questão nos chama a atenção e nem sabemos direito porque. crianças fazem muito isso, brincam que “são” os personagens de uma historia. Se observarmos com atenção com certeza essa escolha de “quem são” diz muito sobre quem são de fato e o que sentem.

Por isso o Tarot é uma ferramenta incrível para o trabalho na clínica, os arcanos do Tarot são pura e simplesmente arquétipos, que acessam direto nosso inconsciente. E quando tiramos uma carta ainda estamos trabalhando com um outro conceito Junguiano o da sincronicidade.

Segundo Jung não existem coincidências, mas sim sincronicidades. Se dois eventos acontecem sem uma causa especifica e carregam um significado pessoal, isso é uma sincronicidade e o universo está querendo “falar com você”. Com o conceito de inconsciente coletivo, Jung nos traz a visão de que não estamos totalmente separados do universo, tudo está conectado. E a ampliação da nossa consciência depende desse mergulho dentro desse mundo não racional.

O inconsciente e o consciente existem num estado profundo de interdependência recíproca e o bem-estar de um é impossível sem o bem-estar do outro. Esta percepção talvez seja uma das mais importantes contribuições de Jung para uma nova e mais significativa compreensão da natureza da consciência: Só poderia ser renovada e ampliada, na medida em que a vida exigisse que ela fosse renovada e ampliada, pela manutenção de suas linhas não-racionais de comunicação com o inconsciente coletivo.

Por esse motivo Jung dava grande valor a todos os caminhos não-racionais ao longo dos quais o homem tentara, no passado, explorar o mistério da vida e estimular o seu conhecimento consciente do universo que se expandia à sua volta em novas áreas de ser e conhecer. Essa é a explicação do seu interesse, por exemplo, pela astrologia, e é também a explicação da significação do Tarot.

Ele reconheceu de pronto, como o fez em muitos outros jogos e tentativas primordiais de adivinhação do invisível e do futuro, que o Tarot tinha sua origem e antecipação nos padrões profundos do inconsciente coletivo, com acesso a potenciais de maior percepção à disposição desses padrões. Era outra ponte não-racional sobre o aparente divisor de águas entre o inconsciente e a consciência, que poderia ajudar a ampliar o crescente fluxo de movimento entre a escuridão e a luz.

Simbolicamente o Arcano de numero 0, O Louco, representa cada um de nós, viajando por todo esse mundo, interno e externo, dos outros 21 arcanos. O louco representa o arquétipo do andarilho, que se joga na vida por um impulso que vem da alma, muitas vezes sem saber racionalmente ao certo pra onde essa caminhada vai o levar, apenas sente que deve ir. Quem busca o autoconhecimento, ou na linguagem Junguiana a Individuação, sabe que é exatamente essa a sensação. Mergulhamos em nós mesmos em uma jornada sem volta, num processo que sentimos que precisamos seguir. Muitas vezes somos chamados por outros de loucos, inclusive.

Em alguns baralhos o arcano “O Louco” aparece como “The Fool”, que significa o tolo, essa tolice vem no sentido de ingenuidade, pois esse arcano representa o inicio de uma jornada onde estamos muito animados e empolgados, mas ainda não sabemos o que nos espera. Porém ao fim dessa jornada o tolo se torna o sábio, e é exatamente essa transformação que o autoconhecimento nos proporciona.

O Caminho do Louco é o caminho que todos nós fazemos na vida, dentro e fora de nós. É o “sair da caverna” do Platão, descobrir que existe todo um universo lá fora e uma jornada a seguir, caminhar e descobrir suas maravilhas e terrores. Se observarmos em seqüência todos os arcanos perceberemos que eles contam uma história semelhante à jornada do herói dos contos e mitologias, e assim como na jornada do herói, cada etapa desse caminho fala também sobre nossos processos internos nos deparando com o processo de autoconhecimento no caminhar da vida. Por isso o uso do Tarot dessa forma mais terapêutica é tão eficaz, pois nos ajuda a compreender padrões de comportamento e a nos direcionar na caminhada da vida.

Então boa caminhada para todos os loucos e heróis que seguem o árduo porém recompensador caminho da busca por se “re-conhecer” e simplesmente ser quem você é.

 

Vanessa Martins é formada em Psicanálise Freudiana e Pós Graduada em Teoria e Prática Junguiana na Universidade Veiga de Almeida no Rio. Trabalha com atendimento clínico individual, adulto e infantil, tendo ministrado diversos cursos e workshops no Rio e em Campos.

PESSOAS POSITIVAS SEPARAM-SE DA ENERGIA NEGATIVA DESSAS 14 MANEIRAS

527261_4172893116114_549019221_n

A energia negativa pode ser encontrada em quase toda parte. Há pessoas que se queixam sobre a vida constantemente, praticando maus hábitos e puxando a si mesmas para baixo. As emoções que se espalham influenciam seus pensamentos e ações de uma maneira ruim, então evitar as fontes de energia negativa é obrigatório se você quiser ser melhor sucedido.

Todos podem ser facilmente afetados por emoções negativas e as únicas exceções são as pessoas que aprenderam a lidar com ela. Estas 14 maneiras irão mostrar como pessoas positivas lidam com a negatividade para que você possa aplicá-las em sua vida.

1. Elas criam felicidade desde dentro

As pessoas felizes não baseiam sua felicidade em estímulos externos. Eles percebem que uma vez que o estimulante se fosse, seu humor estaria arruinado. Em vez disso, procuram por fontes internas de energia positiva e prática mindfulnes.

2. Elas praticam o pensamento positivo

Pensamentos influenciam suas ações, por isso, se você pensar negativamente, não há futuro brilhante à sua frente. Pessoas positivas não acreditam nas desculpas que suas mentes criam. Através de afirmações positivas e encontrar o lado bom de qualquer problema, se certificam de estar mentalmente prontas para o sucesso.

3. Elas procuram razões para acreditar em si mesmas

“Nunca deixe a negatividade chegar até você. Você terá que lidar com muitas pessoas, mas acreditar em si mesmo é tudo o que importa.” – Becky G.

Há infinitas razões para acreditar em si mesmo, mesmo se você se sentir completamente impotente e inútil. Estes pensamentos negativos são obstáculos temporários e na maioria das vezes, eles são criados.

4. Elas cortam pessoas negativas

Seu entorno tem um tremendo impacto sobre si mesmo. Se você passar tempo com pessoas positivas, será mais propenso a ser feliz e completo. Por outro lado, se você estiver muito perto de opositores e queixosos, terá dificuldade em remover a negatividade de sua vida.

5. Elas treinam regularmente

O treinamento físico é associado com liberação de endorfinas responsáveis por “sentir-se bem.” Tratar seu corpo da maneira certa compensa e resulta em redução do estresse e impulsiona a felicidade. Por outro lado, se você ignorar as necessidades do seu corpo, ele vai deixar você experimentar as consequências negativas em breve.

6. Elas gastam tempo na natureza

Ficar na natureza limpa sua mente e relaxa o corpo. Pessoas positivas dedicam uma parte do seu do lado de fora e admiram a beleza do nosso planeta. É uma ótima maneira de carregar as baterias.

7. Elas evitam gastos impulsivos

Hoje em dia, as ofertas extras e vendas lutam por sua atenção, por isso é fácil acabar perdido no modo compra. Apesar de compra excessiva poder fazer você se sentir melhor instantaneamente, a partir de uma perspectiva de longo prazo, é um hábito que pessoas positivas evitam a todo custo. Eles preferem investir em experiências para descobrir o mundo e criar grandes memórias.

8. Elas aceitam o fracasso

Pessoas positivas abraçam o fracasso pois percebem que é a única maneira de aprender e crescer. Sempre que entram em colapso, trabalham duro para chegar ao topo novamente em vez de desistir. Mesmo que uma falha traga emoções negativas, elas compreendem que são breve e irão desaparecer rapidamente. Para acelerar o processo, elas continuam a pensar positivamente.

9. Elas assumem total responsabilidade

Pessoas positivas sempre se responsabilizam pelo o que acontece em suas vidas. Quer se trate de um sucesso ou fracasso, é sempre um efeito de suas ações e pensamentos. Uma pessoa positiva nunca culpa fatores externos e se concentra em coisas ao alcance que podem ser melhoradas.

Ao fazer isso, buscam ser melhor e estar em constante progresso em vez de ficar frustradas com as coisas fora de seu controle.

10. Elas aprendem a controlar seus pensamentos

A mente pode ser facilmente levada fora de controle por pensamentos negativos repentinos. Indivíduos positivos sabem que se não controlarem os seus pensamentos, vão perder o controle sobre suas ações e comportamentos. Por esta razão, praticam o controle da mente, por exemplo através da meditação.

11. Elas dedicam algum tempo para relaxar

Em vez de tentar ser perfeitas, as pessoas positivas percebem que às vezes precisamos ir mais devagar, colocar seus objetivos e ambições em segundo plano e simplesmente relaxar. Ao fazer isso, evitam o que causaria energia negativa desnecessária.

Em poucas palavras, elas dão um passo para trás para avançar ainda mais no dia seguinte.

12. Elas acreditam que há sempre uma solução

Às vezes, a vida nos atinge com força. Nesses momentos, você tende a duvidar de suas capacidades para resolver o problema atual. O fato é que há sempre uma maneira de superar um obstáculo e pessoas positivas mantem isso em mente. Mesmo que atinjam o fundo do poço, acreditam que isso acontece para que possam chegar ao topo ainda mais fortes.

13. Elas sabem quando dizer “não”

O valor de dizer “não” e “sim” no momento certo não tem preço. Contrapondo-se a equívocos, estas duas palavras têm um poder imenso e como você usa-as dita o que acontece em sua vida.

14. Elas não buscam a aprovação de ninguém

Se você deixar que a opinião dos outros te paralisem, será muito difícil se sentir bem e feliz. Muitas pessoas têm medo de não obter validação e ser criticado. Indivíduos positivos pensam e agem muito pelo contrário.

Elas usam a desaprovação como um indicador de ser autêntico e verdadeiro. O fato é, há inúmeras coisas pelas quais você não precisa da aprovação de ninguém. Embora ache que precise.

 

Via: O Segredo

Fonte: Life Hack

Os Desafios de Sensitivos ou Empatas – Como a Meditação Pode Ajudar

10339715_739439356173679_2699507433789598363_n

Sensitivos (ou empatas) são pessoas que, desde a infância, percebem intensamente e são bastante afetados pela energia e o humor do ambiente e das pessoas que as cercam.

Apesar de todo ser humano ser sensível, os empatas são “esponjas emocionais”. Parecem não ter o filtro que outras pessoas têm para bloquear estímulos excessivos. Nem sempre desenvolvem a aptidão para lidar com tais emoções e sentimentos. Tendem a ficar confusos e não distinguir entre sentimentos e sensações próprios e dos outros ou do ambiente. Para se protegerem, podem se tornar distantes ou frios e rígidos, ou se envolverem em comportamentos de adição que desligam e entorpecerem os sentidos, emoções e pensamentos. Ou ainda podem se tornar ansiosos.

As práticas meditativas oferecem ao sensitivo um caminho de maior contato com a realidade imediata e o momento presente, permitindo a ele acessar um espaço de serenidade, discernimento e maior autonomia, liberdade de escolha e governabilidade do mundo interior. Permitem ainda uma limpeza dos excessos emocionais clareza para distinguir entre o que é próprio e o que é do outro ou do ambiente. É um caminho para o autoconhecimento e saúde mental e emocional.

Para o sensitivo que tem tanto acesso a informações e sentimentos dos outros, a ética, o respeito, o discernimento e uso compassivo e correto do mundo do outro é prioridade. Também nesse aspecto mais consciência e contato com a própria humanidade é fundamental.

Cada um de nós, à sua maneira, tem a capacidade nata à empatia, à sensibilidade e à colaboração. Com o estilo de vida frenético da nossa sociedade, o excesso de estímulos, cobranças e medos devemos e podemos criar recursos para mais serenidade, autoconhecimento e reconhecimento das nossas emoções e limites, a fim de fazer melhores escolhas e adotar hábitos de autocuidado e conexão ainda mais saudável, amorosa e compassiva com os outros e o mundo que nos cerca.

Podemos preservar nossa sensibilidade sem que ela nos sobrecarregue ou esmague, mas nos faça florescer.

 

Ana Paula Figueira de Mello –  Terapeuta.

Registros Akáshicos, o que significa e como se conectar à esta Fonte.

1267

 

Registros Akáshicos (Akasha é uma palavra em sânscrito que significa “céu”, “espaço” ou “éter”), segundo o hinduísmo e diversas correntes místicas, são um conjunto de conhecimentos armazenados misticamente no éter, que abrange tudo o que ocorre, ocorreu e ocorrerá no Universo.

O Akasha é uma biblioteca de ações de cada alma, pensamentos e emoções que tiveram um lugar no planeta Terra e em outros sistemas planetários. Todos os eventos de pequeno ou grande porte são permanentemente gravados na grade eletromagnética do planeta e do cosmos.

Todo mundo tem a habilidade de se conectar com a fonte primordial como um ‘detentor de registro espiritual’ e é capaz de chamar a todos seus orientadores multi-dimensionais para receber as respostas de suas própria perguntas. Você é capaz de ser seu próprio guia, psicólogo, guru espiritual e professor. Sempre que você tem uma situação problemática ou um desentendimento com um indivíduo, esses incidentes ocorreram antes em outro tempo e lugar.

Se você tem perguntas para um problema ou situação, existem várias portas para escolher com muitas soluções variáveis. A porta A tem uma resposta, a porta B tem outra, e assim por diante. Se acontecer de você escolher a porta errada, o problema vai surgir novamente.

Escolhendo a porta correta conecta-se realmente com o que há de melhor para todos e não apenas para você. Essa escolha cria harmonia, beleza, paz e cura para todos os envolvidos.

Os Registros Akáshicos estão disponíveis para todos. Algumas das respostas não serão do seu agrado. No entanto, elas vão conter a energia da “verdade” de quem você realmente é e o que supostamente sejam seus aprendizados. Quando os seus guias sentirem que você está pronto para continuar por si próprio, você terá permissão para acessar seus registros quando você tiver a “necessidade de saber” outras informações. Isso geralmente se realiza sem canalização de transe e quando você está pleno de consciência, desperto e alerta.

É muito importante estar bem enraizado para receber e manter as frequências que vem de dentro. Esta é a razão pela qual deve se estar ligado a natureza para ter um bom aterramento. Caso contrário, você pode sentir tonturas ou mal estar e seu corpo pode não ser capaz de manter a vibração por muito tempo e suas respostas parecerem pouco claras.

As informações dos Registros Akáshicos só será dada a uma pessoa quando ela está sendo usada para curar a si mesma e sua parcela do planeta. As informações podem vir a você da mesma maneira quando você está meditando ou canalizando. Você pode ver imagens holográficas ou simbólicas, ouvir sons, começar a escrever, ou apenas de repente “saber” a resposta.

Os Registros Akáshicos não devem ser usados para adivinhações ou recordações de vidas passadas como um divertimento. Eles são muito sagrados e são protegidos por seres de luz em sentinela. Você não vai ter acesso a todos os registros a menos que tenha integridade e disciplina em seus hábitos diários e pensamentos. No entanto, você vai continuar a ser ajudado, abençoado, honrado e guiado pelos reinos dos espíritos em sua mais alta manifestação.

 

Via: Oculto Revelado – A Verdade