A VONTADE DO CÉU

1501774_764770853534338_2145427917_n

Não basta conhecer os métodos que permitem que se tornem clarividentes, magos, alquimistas e etc. Deve-se questionar primeiro sobre o objetivo com o qual se trabalha, e saber que existem leis a serem respeitadas…

Quem pratica os métodos do Ocultismo apenas para o próprio interesse, infringe as leis da harmonia cósmica e, no final, será o próprio cosmos que colocará um veto, e ele fracassará lamentavelmente.
Muitos ocultistas ou pretensos espiritualistas, que trabalhavam para alcançarem determinadas realizações, sem se preocuparem em saber se trabalhavam em harmonia com os projetos da Inteligência cósmica, acabaram muito mal.
As obras sobre ciências ocultas propõem um grande número de técnicas, de ritos, dos quais muitos trazem riscos.
Mas nenhuma dessas práticas vale tanto quanto aquela de se colocar em harmonia com a ordem cósmica.
E as coisas vão mais além: para aquele que não se preocupa em conservar a harmonia e se deixa subjugar pelas próprias tendências anárquicas, até as práticas mais inofensivas se tornam perigosas e se voltam contra ele.(…)
Em que coisa os seres humanos se empenham todos os dias?
Em satisfazer os seus desejos e realizar as suas ambições.
Eles nunca se perguntaram sobre a natureza de todos esses cálculos, desses planos e desses arranjos?
Nunca pensaram em perguntar ao Céu: ´Oh, espíritos luminosos, estamos de acordo com os seus projetos?
Qual é a opinião de vocês?
Quais intenções vocês têm em relação a nós?
Onde e como devemos trabalhar para realizar a sua vontade?´.
Pouquíssimas pessoas se colocam essas perguntas. Porém, nada é mais importante para o homem do que suplicar às entidades invisíveis para que lhe dêem, finalmente, a possibilidade de realizar os projetos do Céu.
Nesse momento toda a sua vida muda, e ele pára de agir segundo os seus caprichos, as suas fraquezas, a sua cegueira.
Esforçando-se para conhecer a vontade do Céu, ele se coloca em outros trilhos, segue um rumo que corresponde aos projetos de Deus, e essa é a verdadeira vida!”


Por: Omraam Mikhaël Aïvanhov

Via: Gena Teresa – https://www.facebook.com/gena.teresa.3

CREDO OU CRISTO ?

Imagem

Não ama a Deus quem maltrata seu semelhante,
e lhe fere a alma e o coração.
Aquele que procura limitar e enevoar nossa mente
Com ameaças do inferno, não compreendeu ainda nossa meta final.

De Deus provêm todas as religiões,
E Cristo – o Caminho, a Verdade e a Vida –
É o enviado de Deus para aliviar o que leva pesado fardo
E dar paz ao triste, ao pecador e ao que luta.

O Espírito Universal veio
A todas as igrejas; não a uma somente.
Na manhã de Pentecostes uma língua de fogo
Como um halo, brilhou em todos os apóstolos.

Desde então, como abutres famintos e vorazes
Temos combatido por um nome sem sentido
E procurado dogmas, éditos ou credos
Para enviarmos, uns aos outros, à fogueira.

Está Cristo dividido? Foi Cephas ou Paulo
crucificado para salvar o Mundo?
Então, por que tantas divisões?
O amor de Cristo nos envolve a ambos, a mim e a ti.

Seu puro e doce amor não está confinado
por credos que separam e elevam muralhas.
Seu amor envolve e abraça toda a humanidade
Não importa como O chamemos.

Então, por que não crer em Sua palavra?
Por que nos sustermos em credos que nos separam?
Só uma coisa importa ser ouvida:
É que o amor fraternal seja em todos os corações.

Só uma coisa o Mundo precisa saber:
Só existe um bálsamo para todas as humanas dores;
Só há um caminho que conduza aos céus:
Este caminho é Compaixão e Amor.

Max Heindel