Os Desafios de Sensitivos ou Empatas – Como a Meditação Pode Ajudar

10339715_739439356173679_2699507433789598363_n

Sensitivos (ou empatas) são pessoas que, desde a infância, percebem intensamente e são bastante afetados pela energia e o humor do ambiente e das pessoas que as cercam.

Apesar de todo ser humano ser sensível, os empatas são “esponjas emocionais”. Parecem não ter o filtro que outras pessoas têm para bloquear estímulos excessivos. Nem sempre desenvolvem a aptidão para lidar com tais emoções e sentimentos. Tendem a ficar confusos e não distinguir entre sentimentos e sensações próprios e dos outros ou do ambiente. Para se protegerem, podem se tornar distantes ou frios e rígidos, ou se envolverem em comportamentos de adição que desligam e entorpecerem os sentidos, emoções e pensamentos. Ou ainda podem se tornar ansiosos.

As práticas meditativas oferecem ao sensitivo um caminho de maior contato com a realidade imediata e o momento presente, permitindo a ele acessar um espaço de serenidade, discernimento e maior autonomia, liberdade de escolha e governabilidade do mundo interior. Permitem ainda uma limpeza dos excessos emocionais clareza para distinguir entre o que é próprio e o que é do outro ou do ambiente. É um caminho para o autoconhecimento e saúde mental e emocional.

Para o sensitivo que tem tanto acesso a informações e sentimentos dos outros, a ética, o respeito, o discernimento e uso compassivo e correto do mundo do outro é prioridade. Também nesse aspecto mais consciência e contato com a própria humanidade é fundamental.

Cada um de nós, à sua maneira, tem a capacidade nata à empatia, à sensibilidade e à colaboração. Com o estilo de vida frenético da nossa sociedade, o excesso de estímulos, cobranças e medos devemos e podemos criar recursos para mais serenidade, autoconhecimento e reconhecimento das nossas emoções e limites, a fim de fazer melhores escolhas e adotar hábitos de autocuidado e conexão ainda mais saudável, amorosa e compassiva com os outros e o mundo que nos cerca.

Podemos preservar nossa sensibilidade sem que ela nos sobrecarregue ou esmague, mas nos faça florescer.

 

Ana Paula Figueira de Mello –  Terapeuta.

3 coisas que você não pode esconder de um empata

1087

 

Empatas vêm ao mundo já especialistas em nuance e naquilo que não é revelado.

Um verdadeiro empata pode discernir a maneira como os outros realmente são, mas isso não significa que seja divertido para eles. Muitas vezes, é o oposto.

Não é fácil para eles verem um amigo, parente ou colega sendo desonesto através de um “palpite”. Porque, para eles, nunca é apenas um palpite. Eles não apenas ouvem a verdade ou desonestidade, eles sentem isso.

Devido a isso, eles quase sempre escolhem participar de um círculo fechado de pessoas de integridade semelhante e de pessoas que compartilham de uma forma edificante, solidária e pacífica de ser. Isso faz com que permaneçam conectados aos níveis mais elevados da vibração permitindo-lhes manter um nível de clareza.

Tenha em mente: os empatas estão longe de serem perfeitos. Eles vieram aqui para viver com alegria, felicidade, tristeza, amor e luta, assim como todos os outros.

Eles são, muitas vezes, mal compreendidos e não sentem que se encaixam ao mundo como a maioria. E les prosperam quando, finalmente, percebem que vieram aqui para ajudar a introduzir sensibilidade, usando os seus próprios sentimentos, para ajudar a curar um mundo que valoriza o contrário. Então, é importante para seu propósito, que eles aprendam com suas experiências de vida.

Se você tem uma amizade com um empata, é provável que eles sejam um dos seus amigos mais confiáveis ​​e que possuam características como lealdade, gentileza e honestidade.

Mas não pense que sua sensibilidade é uma fraqueza; é a força deles. E quanto mais eles confiam em si mesmos, mais fortes são, bem como se afastam da toxicidade com facilidade e migram para relacionamentos baseados no respeito e na facilidade.

 

Aqui estão 3 coisas que você nunca pode esconder de um empata:

1. Seus verdadeiros motivos

Os empatas são claramente intuitivos e a maioria deles,  também muito inteligentes, então, seu verdadeiro clima interno (seja de turbulência ou paz) é tão claro para eles quanto o céu é azul, independentemente do que eles estão vendo.


2. Falta de sinceridade

Seu radar está sempre funcionando para que eles se tornem hábeis em escolher entre a paz e suas batalhas. Eles não só sabem quando eles estão sendo usados como um ouvido para o seu sábio conselho, como eles são conhecidos por dizerem apenas a coisa certa, ou por razões oportunistas, eles sabem o porquê. Os verdadeiros empatas têm uma empatia inata para com os outros e não lutam contra um fogo inautêntico, com fogo autêntico. Eles vão para longe de pessoas insalubres e situações de baixa vibração, silenciosamente.


3. Segundas intenções

Não importa o que o presente seja: bajulação, companheirismo, uma grande oportunidade, dinheiro ou uma carona para casa do aeroporto. Se existem segundas intenções, eles vão saber.

Um empata sempre vai preferir e respeitar a verdade brutal sobre a mentira dolorosa e a pessoa que assim também a preferir.

_________

Fonte: Mystical Raven