Entendendo o Carma

large

Até que você vivencie e compreenda as reações advindas de suas ações geradas em outras realidades, você vai continuar a reencarnar em vidas sequenciais na Terra. Nem Deus nem os Senhores do Carma conferem sofrimento a você durante essas vidas. Somente a você caberá decidir o que é necessário para aprender durante a sua jornada terrena. Para cada experiência de vida você vai procurar outras almas, muitas vezes com histórias compartilhadas, e sempre com configurações cármicas correspondentes às suas necessidades. Sempre que você agir com intenção ilícita reincidirá em um novo padrão cármico (ação e reação).

Atos desarmônicos devem ser equilibrados, seja durante esta vida ou numa vida futura para além desta. Essas ações estão enraizadas nas emoções baseadas no medo que precisam ser resolvidas, para que se possa libertar da roda da reencarnação. Você retorna vida após vida para testar a si mesmo para ver se você aprendeu a sua lição. Até que você possa passar por uma vida inteira sem nenhum apego desarmônico você vai continuar a reencarnar. Em outras palavras, quando você puder viver uma vida de perfeita harmonia, a libertação te seguirá, o que é bastante difícil, no ser humano.

Durante a vida nesta dimensão alguns erros podem ocorrer devido a sermos vulneráveis. Até que você descubra a importância de ser espiritual, sem obsessão, você vai continuar a fazer e experimentar as escolhas erradas. Quando encarnam aqui na Terra, a maioria dos humanos entra com dívidas e créditos de experiências, ações, pensamentos, palavras e eventos de vidas passadas/paralelas (a menos que seja um Bodhisattva, que vem aqui apenas para ensinar, compartilhar e ajudar os outros a evoluir).

A principal forma de absolver Karma é fazer paz com você mesmo, e tentar ser o menos egoísta e obcecado possível. Tente manter uma prioridade espiritual em sua vida, reconhecer a força de Deus em si mesmo e nos outros e respeitar isso. A meditação é uma das melhores maneiras para absolver Karma, não importa que tipo de Karma você possa ter. Meditando e até mesmo cantando, você pode formar um relacionamento com o seu eu superior, o que lhe permite processar esta vibração kármica, sem ter que passar pela dor ou experiência física em si.

Fazer uso da chama violeta transmutadora também é uma das maneiras mais eficazes para trabalhar e transmutar padrões kármicos negativos advindos de realidades a que estamos diretamente correlacionados.

Karma não se transmuta “pagando”. Karma se transmuta tendo a compreensão de que não precisamos mais infringir dor a ninguém para viver a nossa verdade.

Tente não ser imoral ou agir de forma ilícita na sua busca de poder, amor, sexo, dinheiro ou o que seja, porque se você tirar proveito de outras pessoas, você se machucará na busca do material de qualquer coisa nesta dimensão. É assim que você acumula vibrações cármicas negativas que devem ser absolvidos por sua alma a evoluir. Os seres mais evoluídos são aqueles que absolveram seu Karma. As pessoas menos evoluídos são os presos em rotinas de dor, agonia, tortura e auto-destruição em suas vidas que nem sequer entendem Karma ou se recusam a admitir o seu poder e a sua verdade.

Maiana Lena, consciência unificada na missão de servir à luz!

Autor: Maiana Lena
Apometria Kármica. Tarô Kármico. Astrologia e Numerologia Kármica. Limpeza Energética de Ambientes. Tratamentos de Cura Multidimensional. Cursos e Atendimentos. http://www.maianalena.com.br
E-mail: mayana.lena@gmail.com

AS 12 LEIS DO KARMA

13413131_1006388746077650_2964020142109313150_n

1ª – A GRANDE LEI

Colhemos o que plantamos. É a lei da causa e do efeito. O que quer que façamos no universo nos volta.

2ª – LEI DA CRIAÇÃO

A vida não apenas acontece, ela requer nossa participação. Estamos ligados ao Universo dentro e fora de nós mesmos. Tudo que nos cerca nos dá indícios de nosso estado interior. Temos que fazer em nós o que queremos em nossa Vida.

3ª – LEI DA HUMILDADE

O que nos recusamos a aceitar, continua a existir em nós. O mundo espelha nossos traços.

4ª – LEI DO CRESCIMENTO

Onde formos, lá estaremos. Para crescermos no espírito, somos nós que devemos mudar, não as outras pessoas, ou lugares ou as coisas em torno de nós.

5ª – LEI DA RESPONSABILIDADE

Sempre que algo está errado, existe algo errado em nós. Nós espelhamos o que nos cerca e o que nos cerca se espelha em nós. Devemos fazer um exame da responsabilidade do que ocorre em nossa vida.

6ª – A LEI DA CONEXÃO

Mesmo que algo pareça desconectado, é importante entender que no Universo tudo está conectado. Cada etapa conduz a etapa seguinte e assim por diante. Passado, presente e futuro, todos estão conectados

7ª – LEI DO FOCO

Não podemos pensar duas coisas ao mesmo tempo. Quando nosso foco está em valores espirituais é impossível ter pensamentos baixos de mágoas ou de raiva.

 

8ª – LEI DA DOAÇÃO

Se acreditamos que algo é verdade, seremos chamados para demonstrar essa verdade. É nesse momento que podemos colocar o que dizemos e aprendemos na prática.

9ª – A LEI DO AQUI E AGORA

Quando olhamos para trás para examinar o que passou, ficamos impedidos de olhar para o aqui e agora. Pensamentos velhos, padrões antigos, sonhos velhos…tudo isso impede que tenhamos novos pensamentos, novos padrões e novos sonhos.

10ª – A LEI DA MUDANÇA

A história se repete até aprendermos as lições que necessitamos para mudar nosso trajeto.

11ª – LEI DA PACIÊNCIA E DA RECOMPENSA

Todas as recompensas requerem trabalho inicial. Recompensas de valor duradouro requerem labuta paciente e persistente.

12ª – LEI DO SIGNIFICADO E DA INSPIRAÇÃO

O valor de algo é o resultado direto da energia e intenção colocada nela. Cada contribuição pessoal é também uma contribuição ao todo. A inspiração amorosa fornece uma contribuição ascendente e inspira o Todo.

 

Por: Jader Menezes

Via: O Segredo – http://www.osegredo.com.br

10 Sinais de que a tua alma já reencarnou muitas vezes antes…

738

Se tens ou já tiveste estes sinais, provavelmente é porque a tua alma já reencarnou várias vezes.

Buda ensinou os seus seguidores do renascimento ou reencarnação – a crença de que uma alma nasce várias vezes em novos corpos ou com novas formas de vida, viajando por um caminho eterno para servir o karma de vidas passadas, e, eventualmente, atingir um estado de perfeita iluminação quando vidas humanas adicionais já não são necessárias.

Aqueles que acreditam na reencarnação a entendem como um processo de maturação da energia.

Aqui estão 10 sinais de que a sua alma já reencarnou muitas vezes!

 

  • 1. Tem sonhos recorrentes

Os sonhos são reflexos da mente inconsciente. Ter sonhos repetitivos pode significar reflexos de experiências de vidas passadas. Muitas pessoas afirmam ter experimentado certos eventos, visto certas pessoas ou ido para outros lugares nos seus sonhos, sendo que elas dizem reconhecer e se sentir familiarizados com estes lugares ou pessoas.

 

  • 2. Tem velhas memórias

Ter velhas memórias poderia ser devido a fantasias, mas também pode ser uma evidência de uma vida passada. Lembrar de algo com detalhe que nunca aconteceu na sua vida atual, pode ser a memória de uma vida passada.

 

  • 3. Tem Déjà Vu

Déjá vu acontece com a maioria das pessoas em algum momento, mas ter essa sensação repetidamente poderia ser um sinal de reencarnação anterior. Os cheiros, sons, visões e gostos pode parecer extremamente familiar e causar flashbacks para outro lugar e tempo.

 

  • 4. É uma pessoa com empatia

Pessoas com empatia absorvem os sentimentos dos outros. Eles são extremamente sintonizadas com as emoções. Ser um empata pode ser um sinal de que a sua alma passou por muitas reencarnações anteriores, e tem experimentado muitas outras emoções.

 

  • 5. Faz previsões

Fazer previsões do futuro é uma capacidade que pode indicar vidas passadas. A previsão pode ser experimentada através de visões, sensações físicas e sonhos.

 

  • 6. Tem regressão de memória

A regressão de memória é a capacidade de obter informações sobre eventos passados que não está disponível. Estes eventos passados poderiam ser da sua própria vida, ou em algum momento no passado distante.

 

  • 7. Tem uma alma velha

Se sentir melhor que a sua idade pode ser um sinal de reencarnação. Você transmite conhecimento e experiência de suas vidas passadas que já ficaram com você, que refletiu na sua vida atual.

 

  • 8. Têm intuições fortes

A intuição é a capacidade de equilibrar a mente consciente com o inconsciente, e de tocar mais fundo na sabedoria primordial e conhecimento inato. Aqueles com intuições fortes podem ser mais maduros na alma – evidência que viveu muitas vidas.

 

  • 9. Desfruta de outras culturas ou tempo

Ter uma grande atração inexplicável por uma determinada cultura ou período de tempo do passado pode ser um sinal de vida passada. A sua alma pode ter saudade de um ambiente passado.

 

  • 10. Tem medos inexplicáveis

Certas lembranças ou experiências de vidas passadas podem deixar uma marca. Alguns acreditam que aqueles que foram reencarnados ainda podem ser capazes de experimentar os ecos de traumas passados através de medos e fobias que são inexplicáveis.

RELACIONAMENTO KÁRMICO

10339715_739439356173679_2699507433789598363_n

Uma relação kármica não é sua alma gêmea, não importa o quanto você queira que seja.

Todas as relações amorosas que experimentamos ao longo da vida são kármicas. A cada relação que vivenciamos, frequências de padrões de outras vidas são acordadas e sem saber por que nos sentimos atraídos por determinada pessoa como um ímã. A razão disso é que o karma envolvido com o parceiro da relação precisa ser transmutado para que possamos continuar nossa missão de nos elevarmos acima dos padrões de sofrimento e dor e encontramos a verdadeira felicidade. Caso você não esteja pronto para isso, poderá ficar atrelado em relacionamentos doentios por medo de ficar sozinho.

Algumas características de um relacionamento kármico:

• Atração muito intensa onde a mente fica obsessivamente presa na outra pessoa.
• Desistir de seus interesses para agradar a outra pessoa.
• Um vício de sexo, drogas, beber que o liga ao outro parceiro
• Restrições financeiras causadas por um parceiro com relação ao outro. .
• Abuse de todos os tipos
• Egoísmo e falta de responsabilidade de um dos parceiros deixando sempre o outro cuidar de tudo.
• Perda ou ganho de peso após a relação causada por estresse ou roubos de energia
• Controle de um dos parceiros sobre o outro
• Mentiras, traição.
• Mágoas e danos a auto- estima do outro.
• Chamando apenas para o sexo, onde após passa a ignorar o outro

Neste tipo de relacionamento amoroso, não há crescimento real em um nível interno e há muita confusão e indecisão para o exterior também. E na grande maioria das vezes as pessoas vivem infindáveis relacionamentos do mesmo padrão se não operarem a cura dos padrões kármicos a nível emocional que vem se acumulando ao longo de muitas vidas.

Enquanto a cura interior não se realizar vamos continuar a atrair o mesmo tipo de relações destrutivas, dolorosas e confusas. Enquanto estivermos repetindo os mesmos padrões atrairemos sempre os mesmos tipos de relações com o objetivo de aprender alguma coisa, mas que não estamos tendo maturidade suficiente para enfrentar nos impedindo de andar para frente.

Todo o tempo, podemos estar desejando uma vida melhor, mas quase sempre não estamos dispostos a fazer qualquer cura-interior ou ser fiel a nós mesmo, ou até mesmo saber como ou por onde começar a cura.

O importante é nos conscientizarmos que precisamos crescer e assumir a nossa verdade. Caberá somente a nós começar iniciar o processo de cura. Fortalecer a nós mesmo e nos recusarmos a viver nestes níveis mais baixos de amor que só fazem nos consumir.
Quando estivermos prontos para sair deste tipo de padrão de relacionamento poderemos viver uma relação onde os dois parceiros estejam dispostos a crescer para a frente e abraçar o amor que ambos querem para sua vida, e isso vai incluir também um crescimento emocional e espiritual onde cada um terá que lidar com os seus verdadeiros sentimentos.

Maiana Lena – Terapeuta Kármica

https://www.facebook.com/maiana.lena/timeline

TEU CARMA

Imagem

Tuas ações, atos e atitudes geram ações, atos e atitudes.

Teu carma é o efeito daquilo que causaste.

Modifica teu carma, mudando tuas ações.

Ao transformares teu modo de Ser, transformarás as reações na tua existência.

Quem joga rosas é a primeira pessoa a se perfumar.

Quem atira lama, é o que mais se enlameia.

Podes modificar o teu carma, aceitando o teu hoje e reprogramando tuas atitudes desagradáveis.

Ninguém te machuca, tu é que te machucas, mas não percebes; por isso acusas os outros.

Ninguém te faz infeliz, tu é que esperas que os outros te façam feliz.

A Lei do Retorno faz com que tudo sempre volte ao ponto de partida.

Logo, é importante lembrares que:

…se mudares tuas ações, estarás mudando o teu carma;

…erros acontecem para ensinar;

…edificação íntima requer esforço pessoal;

…daquilo que deste, receberás multiplicado.

TEU CARMA É O RESULTADO DE TUAS AÇÕES. “A cada um de acordo com o seu comportamento”.

Analisa atentamente a ligação entre situações, idéias e acontecimentos.

Observa a veracidade de tudo o que acontece em tua existência e verás que não são por si só os fatos de vidas passadas que te complicam a existência na atualidade, e sim a perpetuação dos velhos modos de pensar e de agir, das crenças incoerentes e dos pontos de vista contraditórios.

(Regina Otero)

Saiba mais: https://omundodegaya.wordpress.com/misttico/