NÃO HÁ NADA DE ERRADO COM VOCÊ

Imagem

O medo de haver alguma coisa errada conosco é nosso maior obstáculo à alegria. Na verdade, não existe outro obstáculo.

Quando você decide que tem alguma coisa errada em você, algo ruim, alguma carência ou insuficiência, sua vida reflete essa crença. Diante disso, você tem a impressão de que os outros o rejeitam, que o mundo se fecha para você, que o destino é malvado, que a vida está contra você, que os céus o estão punindo. Na verdade, é você que está se condenando e sabotando aquilo que é bom. Assim, tudo precisa de esforço, os sucessos são muito árduos, a felicidade é breve, o amor sempre dá errado e não há paz.

Não há nada de errado com você. Certamente que sua percepção pode estar com problemas. E seu raciocínio pode estar falho. E você pode tomar decisões inconvenientes. Por exemplo, você pode decidir que verá defeitos que ninguém vê em você. Você pode tentar convencer o mundo de que não é digno de amor. Dê a essas ideias estranhas todo o poder, se quiser, mas quem você é – seu Eu incondicionado – permanecerá íntegro, digno e são.

A verdadeira psicoterapia é o processo de modificar seu modo de se ver. A mudança acontece sempre que você pratica a auto aceitação incondicional, sempre que você se dá um tempo. A mudança acontece sempre que você opta pela bondade no lugar do julgamento, pelo perdão em vez da autoagressão, pelo riso e não pela condenação. A vida sempre melhora quando você se trata melhor.

O ato final (e único) da cura consiste em aceitar que não há nada de errado com você. Experimente fazer este exercício hoje, Insista em procurar o que há de bom em todas as pessoas que você encontrar. Veja a luz em seus olhos, em seu rosto, em seu sorriso e em sua presença. Faça uma reverência mental para a luz presente em todas as pessoas com quem você encontrar hoje. Acima de tudo, não diga a ninguém que há alguma coisa errada com elas. Quando você lança essa luz sobre os outros, a fortalece em seu interior.

Robert Holden 

 

 

CUIDADO COM A OPINIÃO ALHEIA

442

Muitas vezes buscamos conselhos e opiniões sobre outra pessoa. Outras vezes, somos bombardeados automaticamente com comentários de outras pessoas. Estes comentários podem ser positivos ou negativos, mas sejam como for, são opiniões que só valem para quem está proferindo, pois tem o filtro das crenças e valores internos de quem está falando, portanto, não valem como verdade para nós.

O que eu sinto em relação a alguém é a MINHA verdade.

O que você sente em relação a alguém é a SUA verdade.

Quando não conhecemos a pessoa bombardeada e alguém vem nos falar sobre ela, tendemos a acreditar no conceito que ela colocou para si mesma e repassou para nós.

Ficamos influenciados pelas palavras alheias, sem ao menos verificarmos se essa informação faz sentido para nós. Acreditamos no que falam sem questionar a veracidade da informação.

O fato é que temos que ter muito cuidado com a opinião alheia, pois ela pode causar grandes estragos, estragar relações, distorcer a realidade.

A melhor forma de avaliar se o comentário é bom e real para você, é ver com seus próprios olhos, com a sua percepção.

O que você sente em relação à pessoa comentada?

Como se sente ao lado da pessoa que foi criticada?

Você já conversou com essa pessoa?

Se nunca teve um contato ou não teve acesso a ela de forma nenhuma, você não pode acreditar e considerar críticas ou elogios vindo de outra pessoa.

Quando criticam alguém que você já conhece, você já fez sua análise interior, já estabeleceu um critério de avaliação próprio. Neste caso, pode alguém de fora falar o que for, pois você defende sua crença e a coloca em primeiro lugar, a menos que você seja facilmente influenciável…

Quando você não tem ideia da pessoa comentada e não tem valores formados interiormente, o outro vem e faz o valor para você, deixando o valor do outro entrar em sua mente e isso é muito complicado…

Porque não é o seu valor e opinião, é o valor com base em outra percepção e realidade, ou seja, não tem valor real para você e sim para o outro.

Quando fica influenciado, você fecha sua capacidade de ter a o própria opinião a respeito, você fecha a grande oportunidade de ver outra realidade, sendo positiva ou negativa.

É você quem deve fazer o julgamento e não os outros.

É você quem deve sentir, em sua alma, isso ou aquilo…

Por isso, quando alguém falar mal ou bem de outra pessoa para você, simplesmente escute com ouvidos sábios, ou seja “entra por um ouvido e sai pelo outro” para que não fique registrado um conceito que não veio de sua percepção, que não veio de sua alma.

Assim, você deixa livre esse espaço para conhecer de verdade uma pessoa com os olhos do seu coração!

Fonte: Morada da Alma

Saiba mais: https://omundodegaya.wordpress.com/misttico/

VENCER O MEDO

Imagem

 

Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado com medo do gato. Um mágico teve pena dele e o transformou em gato. Mas aí ele ficou com medo do cão. Por isso, o mágico o transformou em pantera. Então, ele começou a temer os caçadores. A esta altura o mágico desistiu. Transformou-o em camundongo novamente e disse:

– “Nada que eu faça por você vai ajudá-lo, porque você tem apenas a coragem de um camundongo”.

É preciso coragem para romper com o projeto que nos é imposto. Mas saiba que coragem não é a ausência do medo, mas sim a capacidade de avançar, apesar do medo.

Caminhar para a frente e enfrentar as adversidades, vencendo os medos… É isto que devemos fazer. Não podemos nos derrotar, nos entregar por causa dos medos.

Senão, jamais chegaremos aos lugares que tanto almejamos em nossas vidas…

 

Autor Desconhecido

Saiba mais: https://omundodegaya.wordpress.com/misttico/