Os 6 Passos da Consolidação Espiritual

tumblr_mfed5psucC1rf32kdo1_500_large

Hoje viemos a lhes falar sobre um assunto pouco explorado: a Consolidação Espiritual, que é o seu pleno reconhecimento enquanto essência, em sua capacidade de se observar.

Quando se consolida, o ser se desapega de tudo que possui. Ele se vê enquanto um ser pleno em uma vestimenta física, porém, plenamente confiante e “desamarrado” do ego. A consciência se torna plena num ambiente terrestre.

Não foram muitos que obtiveram esse grau de elevação. Foram os Mestres. Mas vamos falar de alguns efeitos dessa consolidação:

1- Há um pleno desapego à absolutamente tudo que é material.

O ser compreende que tudo que possui é energia em várias formas e está consciente econfiante desse fluxo energético em sua vida.

2- O ser abdica de tudo que sabe, inclusive dos conceitos espirituais.

Tudo é fluido e está em modificação. Nada é certo ou estável em sua vida e isso já não mais o aflige. Suas opiniões se modificam de acordo com a energia que o circunda. Tudo está, nada é.

3- Já não há mais fortes vínculos familiares, de amizade, ou de qualquer forma.

Porque ele se vê em unidade e, nesse ponto, passa a ver todos como membros de sua grande família humana. Não há um mais especial que outro.

4- Sua opinião é inabalável, mas sem apego.

Ela é inabalável no sentido que é influenciado unicamente pelo seu momento interior e não mais por pressões externas.

5- É reconhecido um fluxo da vida, onde tudo vai e volta, num fluir constante e natural.

Ele passa a se atentar às Luas, às estações do ano, aos fenômenos planetários do Sistema Solar, às energias que o circunda, porque ele sabe que tudo isso influencia sua vida.

6- O mais importante: faz de sua prática constante o contato interior, o contato com sua essência que se torna sua única verdade.

O Ser se consolida espiritualmente à eternidade da vida, em alegria e devoção. É um caminho longo, que exige, muitas vezes, duras provas pessoais de expurgo e limpeza interior. Mas lhes garanto que, ao atingir esse estágio, terão a maior sensação de liberdade que já sentiram em toda sua vida. O Amor toma o Ser, que sente a paz interior profunda, e entra em contato com toda sua sabedoria.

Então, aceitem seus enfrentamentos. São duros, eu bem sei, mas imaginem uma estrada com buracos, curvas íngremes subidas e ladeiras, mas que, ao final, terão a paisagem mais linda que consigam imaginar. Ao final dessa estrada a paisagem será algo inesquecível.

Eu sou Saint Germain, Meus Nobres, fiquem em paz e sintam meu Amor.

Canal: Thiago Strapasson – 02/06/2016

Fonte: http://www.coracaoavatar.blog.br

Revisão de texto: Angelica T. Tosta e Solange Yabushita

 

ENTENDENDO A GRANDE FRATERNIDADE BRANCA UNIVERSAL

336

São milhares os Seres que compõe a Grande Fraternidade Branca Universal, Anjos, Arcanjos, Elementais da Natureza, Mestres Ascencionados, Elohins, Seres Interplanetários e Interdimensionais.

“Somos uma Fraternidade Universal que se propõe a divulgar a vivência da Paz e da Harmonia em cada emanação viva do Universo.

A centralização em vossas consciências cósmicas bem como o reconhecimento de quem sois, partículas indivisíveis e intransformáveis, espelhando dignamente a Obra do Ser, em toda sua Criação e Construção.

Crer é construir – construamos pois um novo futuro digno de ser vivido, com bases na filosofia oculta de toda a vida existente, na exaltação da verdade Maior que combate tudo o que não É, pois SER é a maior condição do REAL em vós.

Juntos através de vibrações, propomos uma corrente Universal, que com o objetivo de unir mentes em uma mesma sintonia cósmica, vibrará intensamente e conscientemente pela PAZ em cada coração.

Sois Uno conosco e como gotas da mesma Fonte Universal deveis cada qual cumprir vossa evolução para que no final possais ser a Fonte Límpida que reflete a pureza e a sublimidade da Criação.

Somos Seres que já vivemos em vosso planeta , bem como em outras formas de vida, em distintas dimensões e temos por objetivo auxiliar a Humanidade nesta Era de Transição na passagem do ano 2000 e neste novo milênio.

Convosco temos estado por milênios e é neste intercâmbio de vivências que poderemos unir todas as vibrações como uma enorme corrente que pulsa e vivencia a Paz. Como sabeis, sozinhos nada podeis fazer, bem como é o Nosso caso, pois respeitamos vosso Livre-Arbítrio e sem vosso consentimento, na elevação de vossas consciências ao Pai, não interviremos nos acontecimentos que devem ocorrer.

Lembrai-vos que o ACASO não existe, como não existem as guerras, as tristezas, os sofrimentos, as lamentações; vós os fazeis.

Sois responsáveis diretos por tudo o que vos ocorre – Eu digo tudo porque mesmo o que não fazeis nesta encarnação, o fizeste em outra e, segundo a Lei do Karma ou Lei da Causa e Efeito, tudo o que fazeis corresponde a uma resposta direta em vossas vidas cotidianas . Portanto, atentai em vossas atitudes. Tudo o que é feito conscientemente requer maior preparo pois saber traz responsabilidades, e assim sendo, toda a cautela é pouca quando comparada com vossas atitudes e suas repercussões não somente em vossos corpos físicos, mas principalmente em vossas essências como Homens Crísticos.

Na Luz caminheis e a Ela deveis sempre retornar para que vossa Luz interna se acenda e ilumine o mundo.

Sê mais um foco puro e cristalino de Luz fulgurante que emana da fonte Divina – A Criação que por si só insere o mistério de cada ser. Cabe a vós trilhar vossos conhecimentos internos para desvendar o que circunda a verdade em vossos corações.

Amor e Luz, EU SOU Saint Germain”

MESTRA ROWENA – A ASCENSÃO DE UM SER

Mestra_Rowena02
Vivi muitas vidas e nas mais diversas formas me transformei. Subi e desci aos mundos mais densos e atrasados, aos mais sutis e desenvolvidos nas suas estruturas energéticas.
Sofri, chorei e ri. Senti o fel da amargura e o néctar, o mel da felicidade.
Dancei com as flores, bailei com o vento. Senti o perfume do amor penetrar até me invadir e arrebatar no fogo da paixão.
Caminhei por caminhos difíceis, escuros e claros; muitas vezes, querendo encurtar distancias, conduzi-me por atalhos e caí em buracos, em precipícios que me pareciam, no momento intransponíveis.
Muitas vezes chorei com os aflitos, com os que sofriam, porque a dor de meus companheiros, de meus irmãos, era também a minha dor.
Matei a sede dos sequiosos de corpo e espírito. Dei de comer a quem tinha fome de espírito. Levei a Luz para o meio das trevas, o Amor para o meio do ódio, a Paz para onde havia a guerra. A Sabedoria espalhei onde só havia a ignorância. Dei a minha mão a quem me pedia ajuda com as suas estendidas.
Levei a Esperança numa vida melhor e eterna àqueles que já a tinham perdido.
Dei Fé àqueles que não tinham.
Abri meu coração para os solitários morarem nele e aí encontrem um amor puro e universal para todos, para que nunca mais se sentissem sós.
Curei os doentes de corpo e mente. Lavei as feridas dos leprosos.
Dei harmonia e compreensão àqueles que estavam em desordem e desequilíbrio em suas mentes e estados emocionais.
Aprendi a sabedoria no grande livro da vida eterna.
Meus corpos morriam e desapareciam pois eram feitos de barro e pó, mas meu Espírito, minha Chama Divina, sempre saia do meio das cinzas e revivia de novo em cada existência.
No meu rosário de vidas, fui compreendendo e assimilando que, quanto mais eu dava aos outros, quanto mais eu servia e ajudava a evolução individual e coletiva, mas evoluía, mais ascendia, mais meus horizontes espirituais se estendiam, até que atingi o infinito de mim mesma. Então, minha chama Divina fundiu-se no três em um, e nesse momento em que compreendi a unidade do tempo impossível de ser cronometrada, o verbo surgiu, a Voz do Eterno entrou por toda a parte, meus corpos de momento foram acometidos de uma energia que aumentava gradualmente de intensidade; alguma coisa desencadeou-se em mim; meus átomos pesados e sutis tinham entrada numa reação em cadeia, aparentemente, e de momento incontrolável. Nessa fração de tempo, milhões de pensamentos e formas sutis iam e vinham, mas o momento da paz interior estava sobre os meus ombros, e nesse instante minha consciência divina explodiu. Só então compreendi que o meu Espírito Divino, aprisionado durante milhões de anos, tinha se libertado: Eu havia atingido a iluminação.
Quando tudo terminou, parecia que meu corpo era o infinito, e eu sentia cada estrela e cada planeta se moverem em suas órbitas; sentia em mim a flor crescer, a água correr, o vento soprar, animal saltar, os seres humanos chorarem e rirem, seus corações pulsarem, suas mentes pensarem e suas paixões devorarem. Sentia a dor dilacerar a carne, sentia a fome dos famintos, a ansiedade dos gananciosos, a maldade dos destruidores, a bondade dos amorosos, a sede de busca dos caminheiros da senda oculta, milhões de sentimentos num só, tudo se passando em velocidade que não se pode medir.
Eu sabia de tudo, sem querer saber de nada. Minha consciência já não era ocupada pelo espaço à minha volta: ela havia se fundido com a Consciência Cósmica Universal. Então, foi quando reparei que não estava só: milhões de luzes cintilavam à minha volta como se fossem um grande mar de luz, e eu nada mais era do que uma gota desse mar.
Quando tomei consciência, ou melhor, dei-me conta dessas gotas de Luz à minha volta, como que por mágica, vi-me diante de milhões de seres, todos com corpos iguais ao meu, ou seja, todos iluminados. Meu corpo era Luz, eu já era a própria Luz, eles eram também a Luz e, nesse instante, vi que diante de mim estavam todos os Mestres da Sabedoria Universal, os seres iluminados, os orientadores e guias de todos os povos, e eu tinha me tornado um deles pela minha ação, pelo meu serviço em direção aos outros meus companheiros e irmãos, auxiliando-os na sua evolução individual e coletiva.
Mas essas luzes, todos esses Mestres do Espírito eram como átomos de um Grande Corpo Cósmico, e esse Corpo Cósmico, do qual eu me tornei também um átomo, era um veiculo de um Ser Cósmico, o Ser Universal sem nome, O Pai, A vontade Divina Cósmica.
Vós sois como átomos perdidos e estais voltando ao ponto de partida. Antes éreis inconscientes, mas quando voltardes e vos unirdes aos outros átomos cósmicos já sereis conscientes, fareis parte da Grande Consciência Cósmica.
Irmãos e companheiros, vos dei a minha experiência vivida e sentida a cada instante para que possa servir para um esclarecimento melhor da verdadeira vida espiritual.
Espero que todos aqueles que lerem as minhas palavras possam assimilar a minha experiência e que ela seja útil e impulsione um continuo desenvolvimento espiritual, a evolução individual e coletiva. Ficarei feliz se a minha experiência for útil para todos.
Como muito Amor para todos os filhos da Terra.

Canal: Protegido

Via: http://espiritosublime.blogspot.com.br/2012/09/mestra-rowena-ascensao-de-um-ser.html