OS CINCO ATRIBUTOS DO GUERREIRO DA LUZ

o-sentinela-o-guerreiro-da-luz

1 – CONTROLE: É a capacidade de gerir de forma impecável todos os aspectos da sua vida que podem ser controlados, fazendo com que todos os seus planos corram dentro do previsto. Significa antever as situações, afim de diminuir os riscos de ser surpreendido.

2 – DISCIPLINA: É conseguir manter a estratégia que foi traçada, não se desviando do seu propósito e do seu foco, e nem se deixando distrair pela matrix. Significa manter-se firme nas práticas que ele sabe serem fundamentais para sua economia de energia.

3 – PACIÊNCIA: Não confunda com procrastinação. A paciência do guerreiro está estruturada no fato dele saber que está esperando, e saber o que está esperando, e enquanto espera ele se regozija com o mundo a sua volta. O guerreiro impecável sabe que esta dando o seu melhor, e sua espera é uma espera tranquila, de consciência limpa, onde ele apenas aguarda os desígnios do Espírito.

4 – SENSO DE OPORTUNIDADE: É a representação máxima da fluidez do guerreiro. Como vem acumulando energia, seu elo de conexão com o Infinito está mais límpido e claro, e sua intuição mais afiada. Dessa forma, ele consegue “agarrar” seu centímetro cúbico de sorte e sentir a hora certa de agir . Ele está sempre atento aos sinais.

5 – VONTADE: É o intento inflexível do guerreiro. Sua intenção fortalecida, uma vontade férrea e indestrutível que o leva a qualquer lugar e o mantém de pé, mesmo quando tudo parece perdido. A vontade do guerreiro o faz ultrapassar todos os obstáculos e o levar aonde ele nunca imaginou chegar. Seu intento inflexível o impede de desistir, mesmo onde muitos homens caíram e fraquejaram. É a força motriz do guerreiro que o conduz a liberdade.

 

Fonte: http://www.huna.org.br (xamanismo havaiano)

VIVA COMO AS FLORES

70441_Papel-de-Parede-Lirio-da-Paz_1280x960

Mestre, queria lhe perguntar algo:
Como faço para não me aborrecer com as pessoas?
Algumas falam demais, outras são maldosas e invejosas. Algumas são indiferentes. Sinto raiva das que são mentirosas e sofro com as que caluniam.
“Viva como as flores” advertiu o mestre.
Mas como? Como é viver como as flores? perguntou a jovem.
“Repare nestas flores” continuou o mestre, apontando os lírios que cresciam no jardim.
“Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas.
Não é sábio permitir que os erros e defeitos dos outros a impeçam de ser aquilo que Deus espera de você”.
Precisamos entender que os defeitos deles são deles, e não seus.
Se não são seus, não há razão para aborrecimentos.
Exercitar a virtude é rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores. Você não precisa focar nos erros alheios, justificando assim sua insatisfação com a vida e as circunstâncias.
Tire a boa parte do adubo que chega até você!
Seja uma flor cujo aroma é agradável aos que estão ao seu redor. Exale esse aroma. Não deixe que o seu foco esteja no adubo.

Via: Raio de Sol

JULGAMENTO PRECIPITADO

1058

Havia numa aldeia um velho muito pobre que possuía um lindo cavalo branco.
Numa manhã ele descobriu que o cavalo não estava na cocheira.
Os amigos disseram ao velho:
– Mas que desgraça, seu cavalo foi roubado!

E o velho respondeu:
– Calma, não cheguem a tanto.
Simplesmente digam
que o cavalo não está mais na cocheira.
-O resto é julgamento de vocês.

As pessoas riram do velho.

Quinze dias depois, de repente, o cavalo voltou.
Ele havia fugido para a floresta.
E não apenas isso; ele trouxera uma dúzia de cavalos selvagens consigo.

Novamente as pessoas se reuniram e disseram:
– Velho, você tinha razão.
Não era mesmo uma desgraça, e sim uma bênção.

E o velho disse:
– Vocês estão se precipitando de novo.
Quem pode dizer se é uma bênção ou não?
Apenas digam que o cavalo está de volta…

O velho tinha um único filho que começou a treinar os cavalos selvagens.
Apenas uma semana mais tarde,
ele caiu de um dos cavalos e fracturou as pernas.

As pessoas se reuniram e, mais uma vez, se puseram a julgar:
– E não é que você tinha razão, velho?
Foi uma desgraça seu único filho perder o uso das duas pernas.

E o velho disse:
Mas vocês estão obcecados por julgamentos, hein?
Não se adiantem tanto.
Digam apenas que meu filho fracturou as pernas.
Ninguém sabe ainda se isso é uma desgraça ou uma bênção…

Aconteceu que, depois de algumas semanas,
o país entrou em guerra
e todos os jovens da aldeia foram obrigados a se alistar,
menos o filho do velho.
E os que foram para a guerra, morreram…

Quem é obcecado por julgar,
cai sempre na armadilha de basear seu julgamento
em pequenos fragmentos de informação,
o que o levará a conclusões precipitadas.

Nunca encerre uma questão de forma definitiva,
pois quando um caminho termina,
outro começa,
quando uma porta se fecha,
outra se abre…

As vezes vemos apenas a desgraça,
E não vemos a bênção que ela nos traz…

Autor Desconhecido

7 HÁBITOS QUE VOCÊ PRECISA ABANDONAR SE QUISER REALIZAR SEUS SONHOS

Imagem

Hoje vamos refletir sobre outros obstáculos que nos afastam de nosso potencial, de vivermos uma vida realmente plena, onde transformaríamos nossos planos em ação e apostaríamos em nossos sonhos mais preciosos.

Veja quais deles têm atravancado seu caminho:

1. Medo do julgamento
A eterna pergunta “o que os outros vão pensar?” ainda prevalece no topo dos bloqueios. A preocupação com essa imagem idealizada nos impede até de descobrir quem somos e o que queremos de verdade.

2. E se não der certo?
Filho do medo do julgamento, o medo de errar também paralisa. Porém o mais curioso nisso é que esse medo nos cega para o seguinte fato: se não estivermos em nosso verdadeiro caminho, as coisas já estão erradas. É ou não é?

3. Procrastinação
Quando eu tiver mais dinheiro, mais tempo, quando as crianças crescerem, quando eu me aposentar… A lista é grande e esse amanhã nunca chega!

4. Perfeccionismo
Muita gente acha que o procrastinador é um “desleixado”, entretanto, na maioria das vezes, ele é mesmo um perfeccionista. Se não for perfeito, nem faço, não tento, não arrisco. E tudo vai ficando sempre para depois, um tempo imaginário onde só há perfeição.

5. Falta de presença
Não se ouvir, não saber ficar na própria companhia, não se permitir o silêncio externo para se conectar consigo é um dos principais obstáculos dessa lista. Como saber o que me apaixona? Como escolher o meu caminho? Como assumir a responsabilidade sobre minha vida, se nem estou presente?

6. Vitimização
Ver-se como vítima da própria história, das pessoas e do mundo não ajuda em nada. De verdade. Esse é um ciclo que aprisiona. Quem entra nele, mantém a crença de que só vai ser reconhecido e respeitado por suas feridas e cicatrizes. Como se permitir ser feliz alimentando um pensamento assim?

7. Dependência
Num misto entre querer a aprovação do outro e não se sentir capaz sozinho, quem cai nesse padrão não assume a própria vida. Quem alimenta a dependência teme descobrir a si mesmo e ter de arcar com as próprias escolhas.

Por: Juliana Garcia – Coach, Facilitadora Visual, Escritora e Empreendedora Criativa

Site: http://julianaggarcia.com.br/

TESTE DE PERSONALIDADE DOS ASANAS

Imagem

Escolha o seu asana preferido dentre os da imagem, leia o texto correspondente abaixo e descubra um pouco mais sobre a sua maneira de ser. 

Não pense muito, apenas escolha aquele com o qual por algum motivo você se identifica mais, e depois manda para os seus amigos e descubra um pouco mais sobre eles também 

Namastê!

—————————————–

1 – ADHO MUKHA VRIKSHASANA (postura da árvore olhando pra baixo)
Persistência e Equanimidade

Certamente você é alguém que não desanima diante das dificuldades. Tem consciência de que tanto as coisas boas quanto as ruins fazem parte da vida, e que não é fácil fazer grandes conquistas. Por isso, você é dono de de uma tremenda força interior e vontade de vencer. Desistir é uma palavra que simplesmente não consta no seu dicionário.

2 – SIMHASANA (postura do leão)
Expansividade e Veracidade

Alegre, comunicativo e sincero, você sabe dizer claramente o que quer e o que pensa, e por isso faz amigos com facilidade. É uma pessoa muito querida por todos. É conhecido também por ser muito confiável, pois a busca pela verdade sempre será seu maior objetivo, e isso se expressa em tudo o que você faz.

3 – VIRABHADRASANA II (postura do guerreiro II)
Coragem e Aterramento

Você é muito determinado. Não tem medo das batalhas da vida, sejam elas quais forem. Encara todas de frente, com braços fortes e peito aberto. Sabe que o segredo da vitória é a expansão da consciência, sempre buscando enxergar além do que se vê. Seu lema é: “expandir o olhar mantendo os pés firmes no chão.”

4 – ARDHA CHANDRASANA (postura da meia lua)
Equilíbrio e Concentração

Foco é a sua palavra de ordem. Dono de uma capacidade de equilíbrio surpreendente, a sua facilidade para resolver situações difíceis sem perder o centro sempre surpreende a todos. Parece que nada pode abalar a sua paz, mas você sabe bem que não é nada fácil agir assim. Mas, ao mesmo tempo que sabe que não é fácil, sabe também que com esforço e dedicação tudo é possível.

5 – UTTANASSANA (postura da intensa flexão à frente)
Humildade e Compaixão

Para você, servir é a coisa mais importante dessa vida. Mas não servir de forma submissa, e sim com muita energia de entrega. Você sabe que cada um tem um papel nesse mundo, e prefere unir forças do que competir, pois acredita que juntos são mais fortes. Você se considera feliz, mas não consegue ficar impassível diante do sofrimento do outro. Felizmente, isso não é um defeito, e sim a sua maior ferramenta para mudar o mundo.

6 – SUKHASANA (postura fácil)
Paciência e Retidão

Disciplinado, você ouve mais do que fala. Quando entra em um caminho, segue-o fielmente, e, mesmo que aconteçam pequenos desvios, você sempre se mantém fiel a uma verdade maior do que você. Se destaca por ser uma daquelas pessoas que tudo o que faz, faz bem feito, graças ao seu comprometimento com o lema: “não importa o que seja, farei sempre o meu melhor, da melhor maneira possível.”

 

Fonte: Respire.blog 

           https://www.facebook.com/respireblog

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados… Por: Arnaldo Jabor

Imagem

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados…

Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia.

Por muito pouco a madame que parece uma lady solta palavrões e berros que

lembram as antigas trabalhadoras do cais…

E o bem comportado executivo? O cavalheiro se transforma numa besta selvagem

no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar…

Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento,

o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido

uma mala sem alça.

Aquela velha amiga uma alça sem mala, o emprego uma tortura, a escola uma chatice.

O cinema se arrasta, o teatro nem pensar, até o passeio virou novela.

Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a

dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado…

Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer

ler o título, dizendo que era longo demais.

Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida,

sem tempo para Deus.

A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes

está cada vez mais em alta.

Pergunte para alguém, que você saiba que é ansioso demais onde ele quer chegar?

Qual é a finalidade de sua vida?

Surpreenda-se com a falta de metas, com o vago de sua resposta.

E você?Onde você quer chegar?

Está correndo tanto para quê?Por quem?Seu coração vai aguentar?

Se você morrer hoje de infarto agudo do miocárdio o mundo vai parar?

A empresa que você trabalha vai acabar?As pessoas que você ama vão parar?

Será que você conseguiu ler até aqui?

Respire… Acalme-se…

O mundo está apenas na sua primeira volta e, com certeza, no final do dia vai completar

o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência…

 

 

Arnaldo Jabor

 

O MÍSTICO – UM ETERNO APRENDIZ

Imagem

Ser Místico é não dizer o que faz,
Nem o que vai fazer – é ser anônimo.
É superar os medos do eu pelo mergulho no Ser.
É não ter a necessidade de demonstrar o que sabe,
É falar pouco e escutar muito,
É passar por louco e ser inteligente,
Ser confiante e não dependente,
Justo e autêntico,
Manso e confidente.
Um bom Místico
Não caça o futuro com ansiedade,
Não leva rasteira do passado,
Não fica preso à memória:
Vive só por hoje.
Pisa no escuro do desconhecido,
Não foge de seu deserto,
Arrisca-se à incerteza,
Não troca o Pássaro do Ser pelos pássaros do ter.
Ser Místico é dizer “Aum”,
É ser diferente sem fazer uso de marcas registadas.
Ser Místico é Ser história.
É ter simplicidade e pureza,
Humildade e modéstia,
Coragem e bravura,
Fidelidade e esperança.
Ser Místico é ver Deus no nascer do sol
No brilho da lua e das estrelas ao anoitecer.
É ouvir a Voz de Deus
Na sinfonia dos pássaros em parceria com o vento,
E na voz do pedinte em meio ao mau tempo.
É sentar-se quieto e atento
No pulsar do Ser que o faz ser.
Ser Místico é descobrir através do silêncio.
Ser Místico é ser um Eterno Aprendiz…

E que assim Seja, pois assim É.

))O((

Saiba mais: https://omundodegaya.wordpress.com/mistico/